Os projetos de REDD+ estão relacionados com o compromisso social e ambiental

O trabalho de conservação realizado pelas famílias associadas as florestas tem sido reconhecido em diferentes cenários, tanto nacionais como internacionais, entre os quais se encontra: Prêmios Verdes, onde se destacou o trabalho do Projeto Delfines Cupica como Melhor Projeto de Flora e Fauna no continente, bem como o reconhecimento de Prêmios BIBO O Espectador 2021, onde foi número um na categoria "Ações enquadradas em soluções baseadas na natureza".

Outros projetos REDD como Palameku Kuwei, Kaliawiri e Yaawi Iipana foram classificados entre os 500 melhores da América Latina e participaram em plataformas como o “Tapete” Verde na Colômbia, destacando-se pela gestão das comunidades no desenvolvimento de projetos sociais e ambientais, e por sua apropriação das florestas em matéria de conservação.

2020

PROJETO DELFINES CUPICA REDD+ É NÚMERO 1 NA CATEGORIA DE FLORESTAS E DA FLORA DE PRÊMIOS VERDES 2020

Por seu compromisso com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e seu impacto ambiental, social e econômico em Bahia Solano e Juradó, Chocó, DELFINES CUPICA REDD+ obteve o primeiro lugar na categoria Florestas e da Flora do continente entregue por Prêmios américa Latina Verde 2020. 

Este reconhecimento é fruto de um trabalho conjunto entre o Consejo Comunitario General Costa Pacífica Norte del Chocó – Los Delfines, el Consejo Comunitario Cupica,, localizados nos municípios de Baía Solano e Juradó, Chocó, na Colômbia, e BIOFIX

DELFINES CUPICA REDD+ é um projeto que tem reduzido e compensado cerca de três milhões de toneladas de CO2e, manteve 103.000 hectares de florestas nativas e com os recursos obtidos, tem buscado melhorar a qualidade de vida de mais de 7.000 pessoas pertencentes aos conselhos comunitários que o compõem.

PROJETO PALAMEKU KUWEI REDD+ É SELECIONADO ENTRE OS 100 PRIMEIROS EM PRÊMIOS VERDES 2020

Entre 2.540 projetos participantes de toda a américa Latina, o projeto Palameku Kuwei REDD+ é selecionado entre os 500 melhores, ocupando a posição de número 63. Este reconhecimento se dá graças ao trabalho social e ambiental que desenvolve o projeto em sua região. 

Palameku Kuwei REDD+ está localizado em Cumaribo, Vichada, e é proposto por 6 territórios indígenas que habitam esta área florestal: Proteção Indígena Rios Buco e Guarrojo (Povo Sikuani e Piapoco), Território Indígena Rios Tomo e Weberi (Povo Sikuani, Território Indígena Ponta Bandeira (Povo Sikuani), Território Indígena de San Luis do Fascículo (Povo Sikuani), Território Indígena, A Esmeralda (Povo Sikuani), Território Indígena Valdivia (Povo Sikuani).

O projeto busca proteger 32.629 hectares de floresta tropical na Oriniquía colombiana, e através de sua proteção mitigar os efeitos da mudança climática e beneficiar mais de 4.000 pessoas que compõem a comunidade protetora.

2021

PROJETO KALIAWIRI REDD+ É SELECIONADO ENTRE OS 500 MELHORES PROJETOS DA AMÉRICA LATINA 2021

KALIAWIRI REDD+ é um projeto desenvolvido por BIOFIX em associação com 7 Território Indígenas dos povos Sikuani e Piapoco que busca proteger 358.000 hectares de floresta em uma área de transição Orinoco – Amazonas, na Colômbia, que dadas as suas condições físicas e climáticas fazem com que seja fundamental para a regulação do clima, captação de emissões de CO2 e conservação da biodiversidade.

Através de sua autonomia territorial, os Territórios Indígenas: Cali, Barranquilla, Concórdia, Flores Chapéu, Chocón, Rio Siare Barranco Bonito, Saracure Rio Cada e Guaco Alto e Baixo, procuram levar a cabo processos de conservação enquadrados em critérios de sustentabilidade que tenham a ver com a proteção das áreas de florestas naturais, resgate e proteção de sua identidade cultural e a promoção de práticas produtivas que levem a mais proteção da biodiversidade e da riqueza ambiental de seu território.

Depois de uma postulação de mais de 2.500 projetos no continente americano, KALIAWIRI REDD+ ocupou o posto 394 entre os 500 melhores e o 23º lugar na categoria de Florestas e da Flora. Este é o terceiro projeto de conservação que classifica entre os melhores da América Latina, mediante a estruturação de BIOFIX, empresa especialista no desenvolvimento de soluções baseadas na natureza, que hoje lidera o desenvolvimento de 9 projetos na Colômbia, em parceria com comunidades afro e indígenas e aliados territoriais.

PROJETO DELFINES CUPICA REDD+ OCUPA O PRIMEIRO LUGAR NO PRÊMIO BIBO – O ESPECTADOR

Este projeto foi reconhecido como o vencedor do Prêmio BIBO 2021 na categoria "Ações enquadradas em soluções baseadas na natureza", graças ao trabalho social e ambiental previamente entre os Conselhos Comunitários Costa do Pacífico Norte do Chocó – Os Delfines e Cupica, em associação com BIOFIX.

Delfines Cupica está localizado na Baía Solano e Juradó, Chocó, na Colômbia, e busca proteger 103.000 hectares de floresta úmida tropical, assim como as espécies de flora e fauna que habitam o território. Seu desenvolvimento se dá graças à comercialização de créditos de carbono, alavancado no mercado de carbono colombiano, e surgiu como uma solução para as necessidades sociais e ambientais do litoral norte do Pacífico, região que possui os níveis de pobreza multidimensional e necessidades básicas insatisfeitas mais altas na Colômbia.

2022

PROJETO YAAWI IIPANA REDD+ É SELECIONADO ENTRE OS 500 MELHORES PROJETOS DA AMÉRICA LATINA

Na versão 2022 de Prêmios Verdes, o Projeto Yaawi IIpana REDD+ ocupou o posto número 38 entre os 500 melhores da américa Latina, por seu alinhamento com ações sociais e ambientais na Colômbia.

Este projeto, localizado no departamento do Guaviare que protege 248.046 hectares de floresta úmida tropical, é proposto pelo Território Indígena Morichal Velho, Santa Rosa, Morro Cocuy, Santa Cruz, Barra Danta e outros, e seu principal objetivo é minimizar o impacto gerado pelo desmatamento e a degradação florestal através de uma visão holística de desenvolvimento do território.

Para 2022, através das atividades do projeto foi reduzido 448.601 Toneladas de CO2e, e apoiado na comercialização de crédito de carbono, procura-se melhorar a qualidade de vida de mais de 1000 (mil) pessoas.

PALAMEKU KUWEI REDD+ PARTICIPA NO TAPETE VERDE 2022

Na primeira versão do Tapete Verde, um evento organizado pelo Ministério do meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Colômbia e a Escola Nacional de Formação Ambiental SEIVA, o projeto Palameku Kuwei REDD+ teve destaque por ser uma iniciativa que promove a conservação ambiental e busca o desenvolvimento sustentável dos 6 teritórios indígenas dos povos Sikuani e Piapoco que o compõem.

Este projeto, localizado em Cumaribo, Vichada, visa proteger os mais de 32 mil hectares de floresta e beneficiar mais de 4 mil pessoas de 6 territórios indígenas. Graças ao investimento social que foi executado para a comunidade, este projeto é destaque na Colômbia, como um promotor de educação ambiental e liderança indígena na proteção da floresta.